Vinho e carne: uma combinação perfeita

Para muitas pessoas comer uma carne vermelha e toma um vinho tinto é uma deliciosa combinação. Essa mistura é uma combinação que traz benefícios ao organismo. Consumir carne vermelha representa introduzir no organismo o MDA (3,4- metilenodioxianfetamina), uma substância perigosa carcinogênica que é produto da oxidação das gorduras insaturadas presentes nas carnes. Por ser rico em polifenois, o vinho é capaz de inibir a ação dessas gorduras, além de retirar por completo outras substâncias maléficas como os radicais livres.

Agora se você não gosta de consumir bebidas alcoólicas a alternativa para eliminar os efeitos das gorduras no organismo é acrescentar nas refeições molho de vinho na carne vermelha. Portanto, além de requintar e tornar apetitosa a refeição, você reduz os efeitos carcinogênicos das gorduras.

Outra opção para reduzir os efeitos carcinogênicos daquele frango assado é combinar o seu consumo com a um bom vinho branco. É verdade o vinho branco também é benéfico, muito embora a quantidade de polifenóis seja menor que aquela contida no vinho tinto.

About Genilson Pereira Santana

Professor de Química Analítica da Universidade Federal do Amazonas, autor de livros em Química, Editor da Revista Eletrônica Scientia Amazonia e da Revista Divirta-se com o Clube da Química.

One thought on “Vinho e carne: uma combinação perfeita

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.