O vilão dióxido de carbono é preso

Cientistas da University of Southampton (Englaterra) estão capturando o dióxido de carbono (CO2) do ar para aprisioná-lo em rochas basáltica na Islândia. Interessante é que mais de 95% do gás injetado, todavia essa fixação até dois anos. Evidentemente, que a eficiência do processo depende da presença de íons Ca, Mg e Fe, pois durante a injeção da CO2 com H2O ocorre a formação de ácido carbônico:

Adaptado BBC - Brasil
Adaptado BBC – Brasil

CO2 + H2O —–> H2CO3

H2CO3 —–> H+ + HCO3

HCO3 —> H+ + CO32-

Inicialmente, ocorre uma dissolução rápida da rocha basáltica, com a formação de íons. Numa segunda etapa os íons de Ca, Mg e Fe reagem com o carbonato CO32- formando carbonatos dessa sais. Todavia, que injeção continua de CO2 e H2O causam dissoluções dos carbonatos formados: CaCO3 + CO2 + H2O = Ca2+ + 2 HCO3. Depois de algum tempo, o carbonato adquire um estado de cristalização que não mais será dissolvido fixando definitivamente na rocha. Essa descoberta muda aquela visão comum de que a imobilização de CO2 como minerais de carbonato em reservatórios geológicos levaria várias centenas de milhares de anos. Essa descoberta possibilita uma boa possibilidade de reduzir a quantidade e de CO2 da atmosfera contribuindo para reduzir sua concentração usando como ferramenta a mineralização deste gás emitido exageradamente pela atividade antrópica.

Leia também

O dióxido de carbono e o aquecimento global

Carbonato
Rocha após a minerallização do dióxido de carbono. Os pontos brancos são os carbonatos formados. Fonte: Science News

Fonte:

Matter, J. M. et al., Rapid carbon mineralization for permanent disposal of anthropogenic carbon dioxide emissions. Science,  2016, 352 (6291):1312-1314.

Volcanic rocks help turn carbon emissions to stone – and fast – Science News

CO2 turned into stone in Iceland in climate change breakthrough. The Guardian

Cientistas desenvolvem método para conter gases do efeito estufa transformando CO2 em pedra – BBC Brasil

About Genilson Pereira Santana

Professor de Química Analítica da Universidade Federal do Amazonas, autor de livros em Química, Editor da Revista Eletrônica Scientia Amazonia e da Revista Divirta-se com o Clube da Química.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.