O risco químico das panelas na cozinha

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Na cozinha ocorrem inúmeras reações químicas que nem percebemos, aqui destacamos algumas que ocorrem nas panelas:

Panela de pedra sabão
Pode liberar cálcio, ferro magnésio e manganês, minerais importantes para o organismo.
Pode liberar níquel, metal tóxico, se não for curada (para isso, unte a panela por dentro e por fora com óleo vegetal refinado, encha com água em temperatura ambiente e leve ao forno, a 200 oC, por duas horas; retire do forno quando esfriar totalmente; repita o procedimento antes do primeiro uso).
Redobre a atenção na hora de limpá-la: com o tempo o material pode ficar poroso e restes restos de alimento, favorecendo a proliferação de microrganismos.

Panela de ferro
Libera ferro, que ajuda a prevenir a anemia, tornando-a especialmente indicada para grupos com necessidade do mineral, como atletas, crianças, gestantes e vegetarianos. Também pode liberar manganês.
Evite guardar alimentos nela por muito tempo, já que a liberação excessiva desses metais pode comprometer o sabor da comida e causar desconforto intestinal.
Não use para cozinhar vegetais como cenoura e chuchu, que podem ficar muito escuros.
Para higienizá-las e prevenir a ferrugem, lave, seque com pano ou papel absorvente, finalize na chama do fogão e, depois de fria, unte com óleo vegetal.

Panela de Aço inoxidável

Material composto por ferro, cromo e níquel, além de outros metais em quantidades menores.
Libera pequenas quantidades desses minerais nos três primeiros usos. Depois a migração passa a ser insignificante.
Para evitar a ingestão do níquel ferva água nos três primeiros usos. Depois disso ela esta pronta para o uso.
Para evitar que a panela escureça, não use cloro nem água com sal na limpeza, apenas água e detergente neutro.

Panela com antiaderente
Evita que o metal de sua estrutura, geralmente alumínio, migre para o alimento.
Há hipótese de que o material quando exposto ao calor e em contato com proteínas forme compostos indesejáveis. Por isso é recomendável evitar preparar neles alimentos com alto teor protéico (ovo e carne).
Para não riscar o ou remover o antiaderente, evite polir com esponja, use apenas espátulas plásticas ou de madeira e não deixe a panela vazia na chama do fogão por muito tempo em altas temperaturas.

Panela de vidro 
Não libera metais. Esse material é recomendado para guardar alimentos por longo período.
Tome cuidado para não queimar a comida, já que esse tipo de panela aquece de forma rápida e não aquece por igual (o lado esquenta primeiro). Utilize para frituras e evite usar em preparações com baixo teor de água,que tendem a ressecar.

Panela de alumínio
Assim como o vidro, é um bom material para preparar frituras
Libera alumínio, cuja influencia na saúde humana ainda é controversa. Alguns procedimentos podem diminuir a migração. Antes do primeiro uso ferva água algumas vezes até aparecer uma marca escura no interior do utensílio. Não tente remover a mancha com esponja ou vinagre.
Evite ferver água, cozinhar ou armazenar alimentos ácidos e aquosos, como iogurte ou molho de tomate.
Evite polir a parte interna com esponja ou limpá-las com substancias como vinagre ou limão.

Panela esmaltada 
O esmalte evita a migração dos metais que constituem a panela. Por isso é um bom material para guardar alimentos. Não use utensílios fabricados antes de 1985, pois, pela inexistência de legislação à época, a tinta pode conter metais tóxicos. Para não riscar o ou remover o esmalte, evite polir com esponja, use apenas espátulas plásticas ou de madeira.

Panela de Cerâmica
Não use cerâmicas antigas, artesanais ou decorativas para preparar alimentos. As tintas e os vidrados (produtos que Server para vitrificar o material) usados até a década de 80 podem conter chumbo e cádmio, que são metais tóxicos. Quando novo, é um bom recipiente para guardar alimentos.

Panela de barro
Antes de usar, cure o utensílio para que ele fique mais impermeabilizado: adicione de duas a três colheres (sopa) de óleo refinado, leve ao forno e desligue quando a fumaça começar a escurecer.
Evite usar preparação com baixo conteúdo de água, pois elas tendem a ressecar.

Panela de cobre
Evite-as. A migração de cobre para alimento pode fazer muito mal a saúde, caso consumido em excesso. É recomendada a que são revestidas internamente com titânio, antiaderente ou aço inoxidável por não apresentares problemas.

Panela de plástico
Libera algumas substâncias, cuja influência na saúde humana ainda é controversa. Evite armazenar alimentos por longos períodos nestes recipientes.

Fonte: A graça da Química

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Professor de Química Analítica da Universidade Federal do Amazonas, autor de livros em Química, Editor da Revista Eletrônica Scientia Amazonia e da Revista Divirta-se com o Clube da Química.

About Genilson Pereira Santana

Professor de Química Analítica da Universidade Federal do Amazonas, autor de livros em Química, Editor da Revista Eletrônica Scientia Amazonia e da Revista Divirta-se com o Clube da Química.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *