O clorofórmio e a rainha da Englaterra

A rainha Victoria da Inglaterra (1819-1901) teve 9 filhos e se considerava “uma vaca”, além de temer o parto ela ainda achava os seus recém-nascidos feios.  Sem dúvida alguma, os dois últimos herdeiros  ela conquista um feito histórico

Clorofórmio

para o uso da anestesia que foi o uso do clorofórmio. Esse haleto orgânico, usado pelo médico John Snow e sua equipe para o parto dos caçulas da rainha Leopoldo e Beatriz foi considerado um avanço da anestesia em parto. Tanto é assim que em 1920 já era utilizado em 90% dos partos em países de língua inglesa e alemã.  O clorofórmio era aplicado quando a gestante já estava em trabalho de parto sendo embebecido em um tecido e inalado. Dessa forma, o clorofórmio chegava ao sistema nervoso central diminuindo a sensibilidade do corpo às dores. Atualmente, essa substância não é mais utilizada devido aos efeitos extremamente tóxico para o fígado podendo ser fatal em pequenas doses.

About Genilson Pereira Santana

Professor de Química Analítica da Universidade Federal do Amazonas, autor de livros em Química, Editor da Revista Eletrônica Scientia Amazonia e da Revista Divirta-se com o Clube da Química.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.