O academicismo brasileiro

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Infelizmente, no Brasil a formação de doutores tem se baseado na sua maioria em publicações de textos científicos. É interessante que os doutores ficam satisfeitos em ver seus nomes em revistas preferencialmente A1. A crença entre os doutores é que basta ter um texto publicado em A1 para ser um sucesso. Nos últimos anos surgiu a questão das citações e alguns índices começaram a seres usados. A verdade é que após ter uma publicação o seu autor deve fazer um trabalho de marketing forte, senão os seus resultados ficaram esquecidos na rede ou em outro lugar. Outro fato interessante está na continuidade; ou seja, a grande maioria dos trabalhos não se tornarão uma inovação que irá para o mercado e alterar a economia, melhorar saúde ou tornar a sociedade um lugar melhor. Outra questão séria é que os doutores brasileiros, em sua maioria, não trabalham integrados e coordenados para produzir inovação. Existem tentativas em trabalho de rede, todavia muitas acabam pela falta de continuidade de financiamento ou na produção de artigos. Quando tem financiamento falta uma estrutura organizada para realizar a transferência tecnológica. A introdução da publicação como principal item de avaliação, a formação de doutores ficou baseada somente nisso, ao invés de melhorar a qualidade do ensino. Comparando o alcance das publicações com as necessidades de inovação brasileira chegamos à conclusão de que é o sacrifício muito grande no investimento única e exclusivamente em artigos.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Professor de Química Analítica da Universidade Federal do Amazonas, autor de livros em Química, Editor da Revista Eletrônica Scientia Amazonia e da Revista Divirta-se com o Clube da Química.

About Genilson Pereira Santana

Professor de Química Analítica da Universidade Federal do Amazonas, autor de livros em Química, Editor da Revista Eletrônica Scientia Amazonia e da Revista Divirta-se com o Clube da Química.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *