A essência das frutas

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

As essências, encontradas em chicletes, balas, gelatinas, refrescos artificiais, entre outros se devem aos ésteres. Esses compostos são responsáveis pelo sabor e aroma de frutas. Artificialmente os ésteres são obtidos por reações químicas de esterificação. A reação é relativamente simples de ser realizada em laboratório basta misturar um o ácido carboxílico com álcool na presença de um catalisador. No caso das essências o éster é de cadeia curta, portanto sendo pela reação com ácidos e álcoois de cadeia curta. Vejamos alguns exemplos de essências usadas como aromatizantes artificiais pela indústria alimentícia

  • Antranilato de metila: alimentos com sabor artificial de uva possuem esse aromatizante do grupo de ésteres, os refrescos de uva são um exemplo.
  • Acetato de pentila: constituinte do aroma artificial de banana.
  • Etanoato de butila: essência que confere o sabor de maçã verde às balas e gomas de mascar.
  • Butanoato de etila: esse éster confere o aroma de abacaxi a alimentos.
  • Metanoato de etila: é responsável pelo aroma artificial de groselha.
  • Acetato de propila: o sabor artificial de Pêra das gomas de mascar se deve à presença deste éster.

essencias1

Fonte:

Brasil Escola

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Professor de Química Analítica da Universidade Federal do Amazonas, autor de livros em Química, Editor da Revista Eletrônica Scientia Amazonia e da Revista Divirta-se com o Clube da Química.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *