As cores das águas da Amazônia

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Quando se fala da Amazônia o que nos vem a mente é grandiosidade da floresta, que possui a maior diversidade do mundo. Outra coisa que nos vem a mente é a quantidade de água doce, um patrimônio incalculado para as gerações futuras. Outra peculiaridade da Amazônia são as cores de suas águas, sem sombras de dúvidas as mais conhecidas estão no encontros das águas. Esse fenômeno da natureza exibir as cores barrentas (rio Solimões) e negra (rio Negro). Tecnicamente as águas barrentas são denominadas águas brancas. Como podemos perceber, temos na Amazônia, as águas brancas e negras, mas existem também as claras (transparentes). Essas cores são resultados dos constituintes que estão dissolvidos nessas águas, por exemplo, a negra é por causa da quantidade de ácidos húmicos e fúlvicos;  as águas brancas devidos a quantidade de argilominerais que são transportados desde a cordilheira dos Andes; já as águas claras como vem das Guianas e do Brasil Central são transparentes por causa da quantidade de matéria orgânica dissolvida. É possível encontrar nas águas claras uma coloração verde-azuladas devido a existências de algas.

agua barrenta
Água Barrenta

agua clara
Água Clara

agua negra
Água Negra

Leia também

O Encontro das águas

Procura-se água

 

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Professor de Química Analítica da Universidade Federal do Amazonas, autor de livros em Química, Editor da Revista Eletrônica Scientia Amazonia e da Revista Divirta-se com o Clube da Química.

About Genilson Pereira Santana

Professor de Química Analítica da Universidade Federal do Amazonas, autor de livros em Química, Editor da Revista Eletrônica Scientia Amazonia e da Revista Divirta-se com o Clube da Química.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *