Como ocorre a evolução na Química?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

A evolução na Química remarcada por uma série de fato e “acidentes de percurso”. Em um determinado momento da história, o químico ao invés aquecer ele resfria. Ele esquece para passar um final de semana ou mesmo um mês. Podemos ficar aqui contando uma série dessas histórias, mas uma uma daquelas exposições de Ciências pode representar muito bem esse pensamento. Uma daquelas exposições do Museu de Ciências, por exemplo de Londres, pode ser encontrada bolas antigas entre as galerias, remontando a criação do mundo moderno. É interessante dizer que essas obras de artes tentar mostrar a relação de  bolas (átomos)  com o  desenvolvimento da humanidade. Todavia, se a obra é construída baseada na  molécula da penicilina, o primeiro antibiótico a ser descoberto, a coisa muda de figura. O arranjo da bolas multicoloridas unidas com pequenas varetas representam o arranjo 3D de átomos dentro da molécula de penicilina. Poderíamos entrelaçar na obra carros, computadores, TV entre outros componentes da vida moderna. É evidente que a obra está mostrando os milhões de vidas que foram salvas com a descoberta por um acaso da penicilina.  No mundo moderno, é relativamente fácil ver como a descoberta por uma acaso está ficando distante em um mundo onde os supercomputadores podem trabalhar na configuração de átomos com precisão. Toda a nossa concepção de moléculas está cada vez mais parecendo uma coisa qualquer. É necessário, mudar  essa visão grosseira cujos átomos parecem  pequenas bolas e bastões. Essa mudança mudaria a química moderna, além de abrir caminho para novas descobertas, como drogas e maneiras mais inteligentes e rápidas de tornar as vidas melhores.

Leia também

Penicilina

As cinco invenções da Química moderna

O acaso da descoberta – Penicilina

Uma nova de produzir antibióticos

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Professor de Química Analítica da Universidade Federal do Amazonas, autor de livros em Química, Editor da Revista Eletrônica Scientia Amazonia e da Revista Divirta-se com o Clube da Química.

About Genilson Pereira Santana

Professor de Química Analítica da Universidade Federal do Amazonas, autor de livros em Química, Editor da Revista Eletrônica Scientia Amazonia e da Revista Divirta-se com o Clube da Química.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *