As aplicações do chumbo

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

O interesse pelo chumbo ao longo da história e até os dias atuais deve-se às suas propriedades: boa maleabilidade, baixo ponto de fusão, resistência à corrosão, alta densidade, opacidade aos raios X e gama e estabilidade química no ambiente. Tais propriedades permitem seu uso em variadas tecnologias, como a fabricação de lâminas ou canos de alta flexibilidade e resistência, em soldas e revestimentos na indústria automotiva, em placas protetoras contra radiações ionizantes em ligas metálicas, revestimento de cabos, tintas, pigmentos e aditivos plásticos. Os seus compostos também possuem diversas atividades. Destacam-se acetato de chumbo, brometo de chumbo, cromato de chumbo, iodeto de chumbo, nitrato de chumbo sulfato de chumbo, óxido de chumbo usados como inseticida, impermeabilizante, verniz, pigmento, aditivo de plástico, catalisador de fotopolimerização, pigmento de tintas, borracha, plástico, cerâmica; ligas metálicas, tintas para impressão, fotografia, fixador em corantes, sensibilizador para fotografia, explosivos, baterias e acumuladores, cerâmicas, esmaltes, tintas, vernizes.

 

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Professor de Química Analítica da Universidade Federal do Amazonas, autor de livros em Química, Editor da Revista Eletrônica Scientia Amazonia e da Revista Divirta-se com o Clube da Química.

About Genilson Pereira Santana

Professor de Química Analítica da Universidade Federal do Amazonas, autor de livros em Química, Editor da Revista Eletrônica Scientia Amazonia e da Revista Divirta-se com o Clube da Química.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *