A Química dos esmaltes de unhas

As unhas das mulheres sempre foram motivo de embelezamento, tanto é assim que há mais de três mil anos elas usam pigmentos para deixá-las mais bonitas. A beleza das unha começou como um ritual nobre e depois passou a ser um simbolo de poder e riqueza. Com o tempo pintar as unhas se popularizou e hoje a legião de mulheres e até mesmo homens que pintam as unhas é enorme. Agora de que é feita o esmalte que embelezam as unhas? Sua composição é, basicamente, 85% de solventes e os 15% restantes de resinas, plastificantes e outros componentes do esmalte. Os solventes usados são acetato de etila ou butila, tolueno, álcool isopropíico, dibutilftalato ou formal. As resinas mais utilizadas são nitrocelulose e os plastificantes são cânfora, copolímeros, polimetilacrilato, esteralcônio de hectorita, poliuretano. Os pigmentos usados podem ser substâncias orgânicas ou inorgânicas, tais como flores, folhas, compostos orgânicos sintetizados, óxidos de ferro, crômio, cobalto etc.  Deve ser chamada a atenção de que para chegar a belezas nas unhas existe um outro lado que é a toxicidade dos componentes usados. Infelizmente, os solvente usados podem causar uma série de doenças, além de causar contaminação do ambiente. A resina por ser formada por mistura de solventes orgânicos e aditivos pode causar dermatite, além de alergias.

Fonte: eCycle

 

About Genilson Pereira Santana

Professor de Química Analítica da Universidade Federal do Amazonas, autor de livros em Química, Editor da Revista Eletrônica Scientia Amazonia e da Revista Divirta-se com o Clube da Química.

One thought on “A Química dos esmaltes de unhas

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.