A bomba nuclear

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Nos dias 6 e 9 de agosto de 1945, nas cidades de Hiroshima e Nagasaki foram atacadas com bombas nucleares. Esses ataques no só representavam o fim da Segunda Grande Guerra Mundial mas também a capacidade de destruição da raça humana. A construção da bomba nuclear só foi possível graças a união de cerca de 150.000 experts envolvidos no Projeto Manhattan coordenado por Robert Oppenheimer, um dos quinze Prêmio Nobel envolvido na construção da bomba. Sem sombras de dúvidas a explosão das duas bombas nucleares representaram não só a morte de milhares de pessoas, mas também o poder de destruição causado pela junção da física e da química. Ambas financiadas por uma demanda militar de guerra. Outro aspecto que chama a atenção foi particularmente as capacidades de desenvolvimento de um conhecimento tão destrutivo de Harvard, Berkeley, Chigado e Princeton, universidades referências no mundo.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Professor de Química Analítica da Universidade Federal do Amazonas, autor de livros em Química, Editor da Revista Eletrônica Scientia Amazonia e da Revista Divirta-se com o Clube da Química.

About Genilson Pereira Santana

Professor de Química Analítica da Universidade Federal do Amazonas, autor de livros em Química, Editor da Revista Eletrônica Scientia Amazonia e da Revista Divirta-se com o Clube da Química.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *